Warning: Parameter 1 to modDimensionMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/antonior/public_html/site/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Warning: strtotime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/antonior/public_html/site/libraries/joomla/utilities/date.php on line 56

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/antonior/public_html/site/libraries/joomla/utilities/date.php on line 198


antonioribeirotelles.jpgAntónio de Jesus de Castro Palha Ribeiro Telles nasceu a 14 de Maio de 1963, natural de Vila Franca de Xira, filho de David Manuel Godinho Ribeiro Telles e de Dona Maria Isabel de Castro Van-Zeller Ribeiro Telles.

Membro de uma dinastia de toureiros, fundada pelo seu bisavô, herdou da família o amor e respeito pela terra, o que levou a que desde tenra idade os toiros e os cavalos fizessem parte do seu dia-a-dia. De uma família de onze irmãos, três rapazes e oito raparigas, António recorda a educação cuidada dada por seus pais, tendo todos os irmãos sido criados na Herdade da Torrinha, por ela nutrindo grande paixão.

1.jpgO seu amor pela terra e pelos toiros é tanto que, no dia do seu sexto aniversário, um empregado convence-o de que se escondesse não faria anos, logo, não teria de ir para a escola. Enternecida com este gesto, sua Mãe perdoa-lhe a ida para os estudos nesse ano, dando-lhe lições em privado.

2.jpgCom dez anos toureia a primeira vaca, na Herdade da Torrinha, montando o "Minuto". Dois anos depois, em 12 de Abril de 1975, apresenta-se ao público pela primeira vez na praça de toiros de Salvaterra de Magos, toureando uma vaca montado no "Armilita". Recorda que "nesse dia foi o meu Pai que conduziu o camião dos cavalos e chegámos tarde à corrida. Não fiz as cortesias e entrei logo para tourear!"

Fascinado pelo mundo dos toiros, António decide abandonar os estudos na aficionada "Escola da Paiã", onde fez bons amigos, e dedica-se totalmente ao toureio.

3.jpgAos dezassete anos, e por indicação de seu Pai, ruma a casa de Mestre Nuno de Oliveira, onde permanece durante um ano de forma a apurar os seus conhecimentos enquanto equitador. Esta é, sem dúvida, uma demonstração de grande humildade de Mestre David Ribeiro Telles.

4.jpgA Prova de Praticante chega no dia 9 de Setembro de 1979, na praça de toiros de Vila Viçosa. Montando o "Luar" lida um novilho de Simão Malta.

Aprendendo com os melhores, António Palha Ribeiro Telles transporta para a praça um conceito de toureio clássico, puro, verdadeiro.

5.jpgNum momento de grande esplendor da sua carreira, com vinte anos de idade, toma a Alternativa no dia 21 de Julho do ano de 1983, na Monumental do Campo Pequeno, apadrinhado por seu Pai Mestre David Ribeiro Telles, sendo testemunha seu irmão João Palha Ribeiro Telles.

O seu toureio de arte e poder já percorreu Portugal Continental, os arquipélagos dos Açores e da Madeira, assim como Espanha, França, Colômbia, Macau e Estados Unidos.

6.jpgSeu Pai disse um dia, em entrevista, "... Tenho visto tardes ao António em que o considero como o toureiro que eu idealizei na minha vida ser... tenho-o visto tourear toiros, e digo-o com toda a sinceridade, que era assim que eu gostaria de ter sido toureiro!"

O distinto taurino José Tello Barradas, a propósito de uma corrida no Campo Pequeno, escreveu em carta aberta a António Palha Ribeiro Telles: "O toureio produzido na inesquecível noite de 21 de Julho de 1988, levava o rótulo do sublime e a pureza da sua essência nivelava-se com a candura e transparência da tua personalidade de homem bom e leal, onde não cabem atitudes que não sejam frontais. Dentro da praça e fora dela vais sempre de caras, e dessa circunstância resulta um homem e um toureiro na plenitude total de um ser de excepção!"

7.jpgPoucos dias antes da morte a grande poetisa e aficionada ribatejana Senhora Dona Maria Manuel Cid disse, à revista "Novo Burladero", "Consigo ter pelo António um respeito e uma admiração enorme, cada vez que o vejo tourear descubro-lhe uma nova faceta. Mas acima de tudo, o que mais admiro nele é a humildade com que é feita a sua maestria! A humildade com que sabendo que é um mestre, não tem a mais pequena toleima e respeita os companheiros e o público de uma maneira extraordinária

8.jpgDa União com Dona Ana Catarina de Sousa Cid de Sousa Falcão Ribeiro Telles nasceu o António de Jesus de Sousa Falcão Ribeiro Telles e a Maria Ana de Sousa Falcão Ribeiro Telles.